domingo, 27 de julho de 2014

Comentários Sobre Crucificação

Sem rodeios vamos direto ao assunto, é sério que existem pessoas que glorificam a desgraça?
Sério que vocês acham bonito um homem ser crucificado, que glória há nisso?
Embora eu seja ateu não vejo isto uma das mais belas coisas da vida, vamos olhar um pouco mais o HUMANO e esquecer a suposta divindade.
Que orgulho há de se sentir em ver um ser humano passar por tais dores?

Principalmente nas igrejas católicas há uma tradição bizarra de sadomasoquismo, todos os anos é "COMEMORADA" a morte de Cristo, em sua defesa alegam que isto foi uma prova de amor, mas que amor é esse? Confesso que não entendo. 

Este artigo pode servir de contraponto ao que estou dizendo aqui http://pt.wikipedia.org/wiki/Crucifica%C3%A7%C3%A3o , mas mesmo assim não vejo em aspecto algum algo que justifique isto. Acredito piamente que quando começaram a escolher e editar os evangelhos, precisaram de algo que chocasse,  sei que este tipo de punição era comum no mundo antigo e outras divindades foram crucificadas ( alias o Cristianismo foi criado em cima de plágio http://crunicap.blogspot.com.br/2012/05/outros-crucificados.html) , mas não encontro ressalva alguma para que isto seja tão admirável. Outro argumento seria o da vontade divina, dos desígnios da deidade, outro ponto pior ainda que pai crucificaria o próprio filho? Ah, já sei... o deus da cristandade, sei que quanto mais conheço do Cristianismo mais abismado fico com tamanho terror.
Voltando a ICAR, todos os anos realizam este rito macabro de passearem com um caixão ( comum no interior de MG) para relembrar o ocorrido com o Jesus, andam com velas enquanto cantam os seus cânticos, se isso não é culto ao sadomasoquismo em pior grau eu não sei o que é. 
Uma ideia que sobrevive a séculos, uma tradição medonha que ganha adeptos, se estas pessoas parassem e se dessem conta disto, bem provavelmente não seriam cristãs. Tradições fazem parte da cultura, mas penso que algumas coisas precisam ser revistas.


Se alguém quiser se manifestar e me indicar algum ponto de defesa referente a esta bizarrice, fique a vontade.  Uma pequena observação:  Esta é uma crítica a uma ideia e sua prática, se você se sentiu ofendido leia novamente.

Nenhum comentário:

Postar um comentário